Monográficos Presentación | Último número | Números anteriores | Números en prensa | Números próximos | Índices
Núms. especiales Presentación | Último número | Números anteriores | Índice temático | Columna de Opinión | Recensiones | Entrevistas
Publicación Normas y envío de colaboraciones | Contactar | Créditos | Consejo asesor | Comité científico | Evaluadores | Memoria | Suscripción

Cargando
Apresentaçao

Número 56 Mayo-Agosto / Maio-Agosto 2011

Índice

Apresentaçao

Nesta ocasiao, a Revista Ibero-americana de Educaçao dedica sua seçao monográfica a um tema que, na atualidade, desperta um crescente interesse em latitudes muito diversas e, como nao, também nos países da América Ibérica. Trata-se do denominado modelo 1:1 para a utilizaçao das tecnologias da educaçao e da comunicaçao nas tarefas de ensino e aprendizagem. Tal modelo se caracteriza por disponibilizar computadores pessoais aos estudantes para seu uso individual no âmbito escolar.

Efetivamente, a incorporaçao das TICs na tarefa educativa nao é uma novidade. Vem se produzindo desde há mais de uma década, de maneira que nao existe hoje praticamente nenhum sistema educativo que esteja alheio a tal tendencia. É lógico que assim seja, pois há muito tempo existe o convencimento de que as TICs deixaram de ser um elemento mais ou menos prescindível em nossas salas de aula para se tornarem um instrumento pedagógico de primeira ordem. Isso nao faz mais que refletir a importância que adquiriram em nosso sistema social e produtivo e em geral em todas as facetas de nossa vida.

Ao longo da década se ensaiaram diversos sistemas e modelos a fim de garantir um uso efetivo das TICs na educaçao e na formaçao. Se num primeiro momento o modelo escolhido consistiu disponibilizar computadores em aulas de computaçao nas escolas, para passar depois ao equipamento digital das aulas, a tendencia hoje mais em voga consiste em disponibilizar equipamentos individuais que possam ser utilizados pelo alunado de um modo polivalente. Por esse motivo vale a pena promover o estudo rigoroso deste modelo.

Para abordar o tema, uma equipe de quatro pessoas vinculadas a OEI e implicadas diretamente no desenvolvimento e análise deste novo modelo assumiu a ediçao do monográfico. Trata-se de Dario Pulfer, diretor do escritório da OEI em Buenos Aires, Juan Carlos Toscano, secretario técnico do centro de Altos Estudos Universitários (CAEU) da OEI, Vera Rexach, especialista do escritório da OEI em Buenos Aires e Joaquin Asenjo, responsável do campus virtual do CAEU-OEI.

Coube a eles coordenar a seçao, decidindo que trabalhos deveriam integrá-la, seja por encomendas explícitas, seja por uma avaliaçao rigorosa, levada a cabo entre as propostas que responderam a convocaçao. Em sua introduçao ao monográfico eles explicam com maior detalhe as características dos seis trabalhos que o compoem.

A seçao complementa a anterior com quatro trabalhos dedicados a diversas questoes.

O primeiro trabalho, dos professores portugueses Maria José D. Martins, Teresa Oliveira, Joao Paulo Barros, José Espírito Santo, Vítor Trindade y Jorge Bonito, tem como objetivo conhecer e comparar as concepçoes sobre a qualidade do ensino que docentes e estudantes de tres estabelecimentos públicos de educaçao superior da regiao do Alentejo (Portugal) tem. O professorado é consultado, ademais, sobre os meios mais adequados para melhorar a qualidade da educaçao oferecida.

Para levar a cabo seu estudo, eles adotam uma metodologia qualitativa, baseada na análise de conteúdo das respostas proporcionadas a tres perguntas abertas. Os pesquisadores encontram uma notável semelhança nas respostas oferecidas, que lhes servem para categorizar os aspectos que se associam em maior medida a qualidade do ensino.

O segundo trabalho, dos pesquisadores cubanos Celia Rizo Cabrera e Luis Campistrous Pérez, está centrado na análise da matemática como ciencia e sua estruturaçao como disciplina em Cuba. Os autores partem da consideraçao da matemática como um caso especial de ciencia, a qual se pode aplicar uma análise filosófica de caráter geral e muito especialmente a baseada no materialismo dialético. Em seu estudo, centram-se, especialmente, em tres aspectos relativos a vinculaçao dos conceitos com a prática, a dialética e a formaçao de conceitos matemáticos e a teoria do conhecimento e seu papel no ensino da matemática. Em cada um deles apresentam-se e analisam-se alguns exemplos concretos relacionados com o ensino da matemática em Cuba e sua traduçao em livros de texto.

O terceiro trabalho, dos professores brasileiros Edson Souza de Azevedo, Beatriz Oliveira Pereira y César Augusto Sá, está centrado na linha de pesquisa sobre o pensamento do docente, abordando concretamente o estudo das percepçoes de um grupo de docentes acerca da formaçao inicial. Para isso levaram a cabo uma pesquisa qualitativa com um grupo de docentes de educaçao física, baseada na realizaçao de entrevistas semi-estruturadas. A análise de suas respostas lhes permite suscitar algumas consideraçoes sobre a necessidade de adotar enfoques interdisciplinares, priorizar a aquisiçao de conhecimentos técnicos e reforçar a transferencia de saberes relativos a sua área de ensino.

O quarto trabalho, dos professores portugueses António Manuel Águas Borralho y Sílvia Neutel, oferece o resultado de um trabalho de pesquisa sobre a prática docente de professores de Matemática do terceiro ciclo do Ensino de Primeiro Grau. Para levar a cabo o estudo basearam-se nas diretrizes estabelecidas no currículo nacional dessa etapa, desenvolveram umas diretrizes teóricas centradas na análise da funçao docente, no currículo e no rendimento escolar do alunado, e abordaram finalmente um estudo de caso com a intençao de analisar em que medida a prática docente se ajusta as orientaçoes curriculares. O trabalho finaliza com algumas conclusoes sobre o conhecimento das orientaçoes curriculares e a relaçao destas com a prática docente.

O número inclui a continuaçao das tres seçoes habituais: , que revisa algumas novidades editoriais, e .

Finalmente, nesta ocasiao, incluímos a Memória da Revista, correspondente a 2010, a relaçao de pessoas que atuaram como avaliadores nesse mesmo período e os índices dos números aparecidos nesse ano.

Confiamos em que este novo número da Revista Ibero-americana
de Educaçao suscite interesse similar ao que atraíram os anteriores
da revista e que satisfaça as expectativas com que os leitores se
aproximaram a sua leitura.

Alejandro Tiana Ferrer

 

 

Índice Indice  Subir Subir

Destacado

Colaboraciones:Hasta el día 30 marzo de 2017 está abierta la convocatoria para el envío de colaboraciones al monográfico vol. 74 . “Investigación y Desarrollo de las ‘Competencias Profesionales’”

Colaboraciones: Hasta nuevo aviso solo se aceptarán artículos para los números monográficos

Redes sociales de la OEI
Cursos de la OEI


Gestión Cultural



Especialización en preparación de licitaciones internacionales de proyectos de cooperación

RIE Versión monográfica

RIE 72Septiembre-Diciembre / Setembro-Dezembro 2016
Educación Infantil (II)

Educação infantil (II)

Creative Commons License
Esta obra está bajo
una licencia
de Creative Commons

La selección de los artículos se realiza mediante el "arbitraje ciego" de, al menos, dos miembros del Comité Editorial.
A seleção dos artigos se realiza pela "arbitragem cega" de pelo menos dois membros do comitê editorial.

Los artículos se publican en castellano o en portugués, respetando la lengua del original.
Os artigos editam-se em castelhano ou em português, respeitando a língua do material original

La RIE es una publicación indizada en:
Latindex Iresie
CINDOC
Abes Sudoc
DOAJ

Principal OEI