[1]
M. Serrão y C. Carvalho, «O que dizem os educadores de infância sobre o jogo», RIEOEI, vol. 55, n.º 5, pp. 1-15, jun. 2011.