[1]
T. Proença Bonilha y Ângela F. Soligo, «O não-lugar do sujeito negro na educação brasileira», RIEOEI, vol. 68, n.º 2, pp. 31-48, jul. 2015.