Grupos de ciências: uma alternativa para a melhoria do processo educativo e inclusão social

  • Samantha Suyanni dos Santos Universidade Estadual de Londrina (UEL), Brasil
  • Ana Lúcia Olivo Rosas Moreira Universidade Estadual de Maringá (UEM), Brasil
Palabras clave: Grupo de Ciências, Educação Inclusiva, Processo Ensino e Aprendizagem

Resumen

Atualmente, a inclusão educacional é um assunto frequente no dia-a-dia da escola, por consistir numa proposta inovadora, ao integrar indivíduos com diferentes necessidades. Estas necessidades podem ser de diversos níveis: auditivo, visual, motor, afetivo, psicológico, entre outros. Problemas com a auto-estima são, também, incluídas como dificuldades que devem ser enfrentadas e superadas, pois podem atuar como um impeditivo no processo de ensino e aprendizagem. Com o objetivo de minimizar as dificuldades de aprendizagem do aluno e, consequentemente, fazer com que ele se sinta integrado ao grupo escolar, foi desenvolvido este trabalho, a partir da criação de “Grupos de Ciências”. Os alunos da disciplina de Ciências, dos terceiros e quartos ciclos do ensino fundamental, que apresentavam reduzido desempenho durante as aulas e notas inferiores à média (6,0) foram os principais participantes. Seguiram-se os referenciais de uma pesquisa quantitativa e qualitativa, realizando observação e registro constante das atividades desenvolvidas. Observou-se que os participantes adotaram os Grupos de Ciências como um local para sua desenvoltura pessoal, integração social e estimulo à produção de conhecimento

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Cómo citar

Suyanni dos Santos, S., & Olivo Rosas Moreira, A. L. (2011). Grupos de ciências: uma alternativa para a melhoria do processo educativo e inclusão social. Revista Iberoamericana De Educación, 56(2), 1-9. https://doi.org/10.35362/rie5621539
Publicado
2011-05-15
Sección
- Educación inclusiva