O conceito de Medidas de Superfície – na abordagem histórico-cultural e nos registros de representação

  • Cátia Maria Nehring Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI), Brasil
  • Marta Cristina Cezar Pozzobon Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI), Brasil
  • Isabel Koltermann Battisti Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI), Brasil

Resumen

Neste artigo, considerou-se um episódio de aula de Matemática, em uma 5ª série do Ensino Fundamental, envolvendo o conceito de Medidas de Superfície, com ênfase na linguagem matemática e no processo de elaboração conceitual. O episódio, as falas da docente e dos alunos, os fatos narrados pelas pesquisadoras e o caderno de um aluno foram analisados a partir da abordagem histórico-cultural e dos registros de representação. A linguagem é entendida como uma ferramenta básica na apreensão do saber, própria do ser humano, a qual age sobre o pensamento, modificando-o e possibilitando o desenvolvimento da estrutura das funções psicológicas superiores, constituindo-se nos processos intersubjetivos para vir a se tornar uma ferramenta intra-subjetiva. Já a linguagem matemática é entendida como um saber científico que exige processos de generalização e de abstração, necessitando de registros de representação dos objetos matemáticos. A aproximação da abordagem histórico-cultural e dos registros de representação possibilita contribuir com a prática dos professores, que se concretiza em ações educativas na e pela produção de sentidos, desencadeando a significação de conceitos matemáticos e o auxilia na tomada de consciência das ações implícitas e explicitas nas práticas escolares.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Cómo citar

Nehring, C. M., Cezar Pozzobon, M. C., & Koltermann Battisti, I. (2010). O conceito de Medidas de Superfície – na abordagem histórico-cultural e nos registros de representação. Revista Iberoamericana De Educación, 54(2), 1-15. https://doi.org/10.35362/rie5421679
Publicado
2010-11-10
Sección
- Investigación educativa