Uma análise do pensamento matemático de dois tipos de profissionais em Goiás-Brasil: um recorte via Etnomatemática

  • Suéllen de F. Marra Universidade Estadual de Goiás (UEG), Brasil
  • Karly B. Alvarenga Universidade Estadual de Goiás (UEG), Brasil

Resumen

A pesquisa utiliza a abordagem Etnomatemática e a Modelagem Matemática, pois estas duas práticas podem ser interceptadas. Enquanto uma cria modelos, a Modelagem Matemática, a outra, Etnomatemática, preocupa-se de buscar por quem e para que o modelo foi criado. Seguindo estas duas propostas, neste trabalho apresentamos os resultados obtidos por meio de entrevistas semi-direcionadas e observações de dois profissionais do Estado de Goiás, além de revisões em artigos, livros, revistas e sites. O objetivo é analisar a matemática usada por eles, nos seus trabalhos, como exercem a profissão, os conhecimentos de matemática que eles têm e apresentar aos estudantes tais matemáticas a fim de resgatar e valorizar suas raízes socioculturais. Esta pode ser uma maneira de o professor contextualizar o ensino, mostrando aplicações reais do que é aprendido na escola aos seus alunos. Assim, corroboramos a ideia de que o ensino deve ser para a vida, para a formação de cidadãos atuantes no meio em que vivem.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Cómo citar

Marra, S. de F., & Alvarenga, K. B. (2009). Uma análise do pensamento matemático de dois tipos de profissionais em Goiás-Brasil: um recorte via Etnomatemática. Revista Iberoamericana De Educación, 48(3), 1-12. https://doi.org/10.35362/rie4832209
Publicado
2009-01-25
Sección
- Didáctica de las Ciencias y la Matemática