A interface ciência e educação e o papel da história da ciência para a compreensão do significado dos saberes escolares

  • Diamantino Fernandes Trindade

Resumen

O ensino das ciências no Brasil da atualidade ainda conserva, de forma significativa, o modelo alexandrino de escolarização, caracterizado pela ênfase no ensino da escrita transmitida a partir de métodos de memorização, visando os bons resultados nos exames vestibulares, onde o melhor aluno é um bom repetidor. O conceito de transposição didática estabelece a passagem do saber científico para o saber ensinado. Entretanto, este modelo não serve como categoria histórica para compreender o significado dos saberes escolares. A História da Ciência pode ser esse caminho, fundamentado em uma abordagem historiográfica, que procura redefinir o que são práticas científicas, mostrando como o pensamento científico se modifica com o tempo, evidenciando que as teorias científicas não são definitivas e irrevogáveis, desmistificando o método científico, fornecendo ao estudante os subsídios necessários para que ele tenha uma melhor compreensão do fazer Ciência.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Cómo citar

Fernandes Trindade, D. (2008). A interface ciência e educação e o papel da história da ciência para a compreensão do significado dos saberes escolares. Revista Iberoamericana De Educación, 47(1), 1-7. https://doi.org/10.35362/rie4712388
Publicado
2008-11-27
Sección
- Didáctica de las Ciencias y la Matemática
Bookmark and Share