Análise de discursos de futuros professores de Biologia sobre Educação Ambiental: sentidos produzidos no contexto de uma avaliação

  • Tatiana Galieta Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Palabras clave: Educação Ambiental; Formação de Professores; Avaliação; Análise de Discurso.

Resumen

O presente artigo situa-se no âmbito da formação de professores de Ciências Biológicas, estando mais especificamente voltado para a discussão sobre a presença de temas relacionados à Educação Ambiental (EA) em licenciaturas. O objetivo do estudo consiste em interpretar os discursos de futuros professores sobre EA a partir da análise de textos autorados por eles no contexto de uma avaliação da disciplina obrigatória “Laboratório de Ensino I” de um curso de licenciatura em Biologia de uma universidade pública do Brasil. Para tanto, referenciamo-nos teórica e metodologicamente na Análise de Discurso com o intuito de entendermos os contextos de produção e de constituição dos discursos dos sujeitos da pesquisa. Os resultados apontam para a existência de discursos afinados a uma concepção tradicional de EA, valorizando a dimensão da transmissão de informações e de conhecimentos ecológicos, sobretudo visando à mudança individual de comportamentos a partir de sua conscientização. Por outro lado, observa-se o predomínio de um discurso híbrido sobre EA no qual os alunos inserem aspectos conservacionistas, voltados para uma visão de resolução de problemas, mas também refletem sobre a estrutura econômica e política da sociedade de consumo, o que estaria mais afinado a uma concepção crítica de EA.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Publicado
2014-03-01
Cómo citar
Galieta, T. (2014). Análise de discursos de futuros professores de Biologia sobre Educação Ambiental: sentidos produzidos no contexto de uma avaliação. Revista Iberoamericana De Educación, 66(2), 1-13. https://doi.org/https://doi.org/10.35362/rie662278
Sección
- Educación ambiental