Abordagem temática freireana: a superação de obstáculos gnosiológicos na formação de professores

  • Manuela Gomes Bomfim Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Brasil
  • Simoni Tormöhlen Gehlen Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Brasil

Resumen

Algumas pesquisas realizadas não no Brasil, baseadas em Paulo Freire, têm sido discutidas sobre situações limítrofes que os professores de Ciências não desenvolveram práticas pedagógicas. Essas situações, conhecidas como Obstáculos Gnosiológicos, são caracterizadas como barreiras para que os professores possam implementar um currículo crítico. O objetivo é investigar Superação-Desses obstáculos expressas pelos professores da Educação de Jovens e Adultos (EJA), que participaram Professores hum Processo de formação, em UMa escola pública em Ilhéus / BA-Brasil. Como atividades deste processo de formação estão estruturadas como referência como etapas da Investigação Temática Freireana, na obtenção de Tópicos Teóricos.Medo da Liberdade , Negação da Descontinuidade Epistemological como Genese , pretensão à Verdade e Arrogância Epistemologia . I dentre resultados, constatou-se durante ou Processo Formativo apresentaram lhe dá Professores indicativo Superação Desses obstáculos, principalmente estágios NAS da Legitimação da NINFS e Organização da Programação Curricular, sinalizando para ou potencial Gnosiológico da Abordagem Tema freireana. 

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

Alves, A. H. B. (2014). Manifestações de obstáculos gnosiológicos para a seleção de conteúdos na implementação de um currículo crítico em ciências. (Dissertação Mestrado). PPGE: UFSCar, Sorocaba.

Alves, A. H. B. e Silva, A. F.G. (2015). Manifestações de Obstáculos Gnosiológicos para a Seleção de Conteúdos na Implementação de um Currículo Crítico em Ciências Naturais. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, 8 (1),181-2017. Recuperado de: https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/view/1982-5153.2015v8n1p181.

Alves, A. H. B. (2012). Critérios para a seleção dos conteúdos: a importância da contextualização para o ensino de ciências (Monografia). Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba.

Bomfim, M. G. (2018). O Potencial Gnosiológico da Abordagem Temática Freireana: um olhar sobre o processo formativo de professores da EJA.( Dissertação Mestrado). PPGEC, UESC, Ilhéus, Bahia.

Coelho, J. C.(2010). Processos Formativos na Direção da Educação Transformadora: temas-dobradiça como contribuição para abordagem temática (Tese Doutorado). PPGECT, UFSC, Florianópolis.

Delizoicov, D. (1982). Concepção problematizadora do ensino de ciências na educação formal: relato e análise de uma prática educacional na Guiné Bissau. (Dissertação Mestrado). USP, São Paulo.

Delizoicov, D., Angotti, J. A., e Pernambuco, M. M. (2009). Ensino de Ciências: Fundamentos e Métodos (4a. ed.). São Paulo: Cortez.

Dussel, E. (1995). Filosofia da Libertação: crítica à ideologia da exclusão. Trad. de George I. Maissiat. São Paulo: Paulus.

Freire, P. (1968). Educação como prática para liberdade. 29 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire, P. (1981). Ação cultural para a liberdade. 5. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire, P. (1987). Pedagogia do Oprimido. 17 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire, P. (1996). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra.

Freire, P. (1997). Professora sim, tia não. São Paulo: Olho D’água.

Japiassú, H., e Marcondes, D. (2001). Dicionário Básico de. Filosofia 3ª ed. Rio de Janeiro.

Lambach, M. (2013). Formação Permanente de Professores de Química da EJA na Perspectiva Dialógico-Problematizadora Freireana (Tese de Doutorado). PPGECT, UFSC, Florianópolis.

Moraes, R., & Galiazzi, M. C. (2011). Análise Textual Discursiva. (2a. ed.) Ijuí: UNIJUÍ.

Rocha, C.C. (2013).“Bora vê quem pode mais”: Uma etnografia sobre o fazer política entre os Tupinambá de Olivença (Ilhéus, Bahia) (Tese de doutorado). PPGAS, UFSC, Florianópolis.

Silva, A. F. G. (2004). A construção do currículo na perspectiva popular crítica: das falas significativas às práticas contextualizadas (Tese de doutorado). PUC, São Paulo, São Paulo.

Sousa, P. S., Solino, A. P., Figueiredo, P. S., & Gehlen, S. T. (2014). Investigação Temática no Contexto do Ensino de Ciências: Relações entre a Abordagem Temática Freireana e a Práxis Curricular via Tema Gerador. Alexandria - Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, 7(2), 155-177. Recuperado de: https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/view/38222.

Stuani, G. M. (2016). Abordagem Temática Freireana: uma concepção de formação permanente dos professores de Ciências (Tese de doutorado). PPGECT, UFSC, Florianópolis.
Publicado
2018-05-30
Cómo citar
Bomfim, M., & Gehlen, S. (2018). Abordagem temática freireana: a superação de obstáculos gnosiológicos na formação de professores. Revista Iberoamericana De Educación, 76(2), 29-50. Recuperado a partir de https://rieoei.org/RIE/article/view/3091
Sección
- Didáctica de las Ciencias y la Matemática