Realidade brasileira: um desafio à construção da narrativa da nação monolíngue

  • Heloisa Augusta Brito de Mello Universidade Federal de Goiás, Brasil
  • Aline Gomes da Silva Instituto Federal Goiano – Uruaçu, Brasil
Palabras clave: políticas educacionais, monolinguismo, bilinguismo

Resumen

Neste estudo procuramos mostrar que a política para o ensino de línguas estrangeiras no Brasil tem se caracterizado por uma orientação fundada em princípios monolinguísticos que refletem e refratam a imagem de uma nação monolíngue, homogênea, unificada em torno da língua portuguesa. Com a globalização e os processos dela decorrentes, posturas monolíticas não mais se sustentam e a diversidade torna-se cada vez mais visível, desafiando a narrativa da homogeneidade, criada desde os tempos do império. Para a análise dessa tensão entre posturas “mono- e multi-” selecionamos recortes de pesquisas que ilustram contextos de bilinguismo de várias regiões brasileiras com o propósito de reunir argumentos para (re)construir uma imagem mais real: a de um país marcado pela diversidade linguística e cultural e que, portanto, requer políticas educacionais mais sintonizadas com a sua realidade.

Palavras-chave: políticas educacionais, monolinguismo, bilinguismo.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Publicado
2013-07-15
Cómo citar
Brito de Mello, H. A., & Gomes da Silva, A. (2013). Realidade brasileira: um desafio à construção da narrativa da nação monolíngue. Revista Iberoamericana De Educación, 62(3), 1-14. https://doi.org/10.35362/rie623817
Sección
- Políticas educativas