Trajetórias de aprendizagens em uma formação de professores na modalidade EAD

  • Rosane Aragón Faculdade de Educação, UFRGS
  • Crediné Silva de Menezes Faculdade de Educação, UFRGS
  • Simone Bicca Charczuk Centro de Ciências da Saúde, UNISINOS
Palabras clave: formação de professores, educação a distância, tomada de consciência, modelos pedagógicos, tecnologias digitais na educação

Resumen

O desafio de formar professores, em qualidade e quantidade adequadas à demanda de um país emergente, tem levado as universidades brasileiras a buscarem novos modelos pedagógicos para a EAD, apoiados pelas tecnologias digitais. Apresentamos aqui um estudo de caso que analisa a trajetória dos professores-alunos de dois polos de apoio presencial de um curso, segundo suas compreensões, registradas em webfólios no decorrer da formação. A análise foi realizada a partir da perspectiva da tomada de consciência desenvolvida por Piaget, apoiada por ferramentas da Análise Estatística Implicativa. Os resultados permitem concluir que o conjunto de estratégias adotadas pelo curso, guiado por um conjunto de princípios com vista à formação de um professor reflexivo, possibilitou a realização de trajetórias diferenciadas por parte dos professores-alunos, porém semelhantes quanto aos objetivos de aprendizagem e de formação do professor reflexivo

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

Almouloud, S. A. (2008). Análise e mapeamento de fenômenos didáticos com CHIC. Okada, A. (org.), Cartografia cognitiva – Mapas do conhecimento para pesquisa, aprendizagem e formação docente. Cuiabá: KCM editora, p.303-324.

Aragón, R., Menezes, C.S., Novak, S. (2013). Curso de Graduação Licenciatura em Pedagogia na Modalidade a Distância (PEAD): Concepção, Realização e Reflexões, RENOTE, V. 11, n.2, p.01-16.

Bordas, M.; Nevado, R.A.; Carvalho, M.J.S. (2005). Formação de professores: pressupostos pedagógicos do curso de Licenciatura em Pedagogia/EAD. Informática na Educação, Porto Alegre, v. 8, n. 1, p. 143-167.

CHIC (2007). Classification Hierárquique, Implicative et Cohérsive. Version Windows. (software).

Flick, U. (2009). Desenho da pesquisa qualitativa. Coleção Pesquisa Qualitativa. Porto Alegre, Artmed.

Gras, R. e Almouloud, S. A. A implicação estatística usada como ferramenta em um exemplo de análise de dados multidimensionais. Disponível em: http://math.unipa.it/~grim/asi/asi_03_saddo_gras.pdf . Acesso em: 11 de outubro de 2013.

Maraschin, C. e Axt, M. (1998) O enigma da tecnologia na formação docente. Anais do RIBIE 98, IV Congresso da Rede Iberoamericana de Informática Educativa, Brasília – BR.

Nevado, R. A., Carvalho, M. J. S., C. S. Menezes. (2009) Metarreflexão e a Construção da (trans) formação permanente: um estudo no âmbito de um curso de pedagogia a distância. In Valente, J; Bustamante, S. (Org). Educação a Distância: prática e formação do profissional reflexivo. São Paulo, AVERCAMP.

Piaget, J. (1978) Fazer e compreender. São Paulo: Melhoramentos.

Piaget, J. (1997) A Tomada de consciência. São Paulo: Melhoramentos.

Yin, R. K. (2010) Estudo de Caso – Planejamento e métodos. 4a. Ed. Porto Alegre: Bookman

Publicado
2015-10-31
Cómo citar
Aragón, R., Silva de Menezes, C., & Bicca Charczuk, S. (2015). Trajetórias de aprendizagens em uma formação de professores na modalidade EAD. Revista Iberoamericana De Educación, 69(2), 131-146. https://doi.org/10.35362/rie692141
Sección
- Educación a distancia