Enfoque Ciência-Tecnologia-Sociedade no ensino de soluções químicas: estudo sobre o tratamento da água

  • Tânia Mara Niezer Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • Rosemari Monteiro Castilho Foggiatto Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Brasil
  • Fabiane Fabri Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Palabras clave: Ensino de química | Soluções químicas | Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS) | Alfabetização Científica e Tecnológica (ACT).

Resumen

Este artigo apresenta a análise de parte de uma estratégia de ensino utilizada em sala de aula com alunos da 2a série do Ensino Médio, de um Centro Estadual de Educação Profissional, objetivando promover a compreensão dos conceitos sobre soluções químicas por meio de uma visita de estudo à Companhia de Saneamento do Paraná – SANEPAR, do município de Rio Negro, localizado no estado do Paraná/Brasil. A metodologia aplicada neste estudo foi a qualitativa de natureza interpretativa com observação participante, considerando a apropriação e a compreensão dos conceitos químicos, analisando suas implicações no enfoque Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS). Verificou-se que a atividade proporcionou reflexões sobre as interrelações do conhecimento científico com os demais conhecimentos, especialmente no que tange às suas imbricações sociais, em que os alunos participaram de maneira mais motivada, questionando e refletindo. A exploração de novos domínios contribuiu para a construção do conhecimento crítico por parte dos alunos e para a reflexão sobre a importância do bem-estar das pessoas, mostrando caminhos para o desempenho profissional.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

Auler, D. (2007). Enfoque Ciência-Tecnologia-Sociedade: pressupostos para o contexto brasileiro. Ciência & Ensino, v. 1, n. especial, p. 1-20.

Auler, D.; Bazzo, W. A. (2001). Reflexões para a implementação do movimento CTS no contexto educacional brasileiro. Ciência e educação, v. 7, n. 1, p. 1-13.

Bazzo, W. A. (2010). Ciência, tecnologia e sociedade: e o contexto da educação tecnológica. 2.ed. Florianópolis: Ed. da UFSC,.

Carmo, M. P.; Marcondes, M. E. R. (2008). Abordando Soluções em sala de aula: uma experiência de ensino a partir das ideias dos alunos. Química Nova na Escola, n. 28, maio.

CHASSOT, A. (2004). A ciência através dos tempos. 2.ed. São Paulo: Moderna.

CHASSOT, A. (2010). Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. 5.ed. Ijuí: Unijuí.

Echevería, A. R. (1996). Como os estudantes concebem a formação de soluções. Química Nova na Escola, n. 3, maio.

Echevería, A. R. (1993). Dimensão empírico-teórica no processo de ensino-aprendizagem do conceito: soluções no ensino médio. 1993. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas.

Lufti, M. (2005). Os ferrados e os cromados: produção social e apropriação privada do conhecimento químico. 2.ed. Ijuí: Ed. Unijuí.

Moreira, H.; Caleffe, L. G. (2008). Metodologia da pesquisa para o professor pesquisador. 2.ed. Rio de Janeiro: Lamparina.

Pinheiro, N. A. M. ; Silveira, R. M. C. F.; Bazzo, W. A. (2007). Ciência, tecnologia e sociedade: a relevância do enfoque CTS para o contexto do ensino médio. Ciência & Educação, v. 13, n. 1, p. 71-84.

Russel, J. B. Química Geral. Tradução e revisão técnica Márcia Guekezian et al. 2.ed. São Paulo: Pearson Makron Books, 1994. v. 1.

Santos, W. L. P. dos.; Schnetzler, R. P. (2003). Educação em química: compromisso com a cidadania. 3 ed. Ijuí, RS: Ed. Unijuí.

Silva, M. J. (2005). O ensino de CTS através de revistas de divulgação científica. 2005. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e tecnológica) – Universidade Federal de Santa Catarina.

Cómo citar

Mara Niezer, T., Monteiro Castilho Foggiatto, R., & Fabri, F. (2015). Enfoque Ciência-Tecnologia-Sociedade no ensino de soluções químicas: estudo sobre o tratamento da água. Revista Iberoamericana De Educación, 68(1), 81-92. https://doi.org/10.35362/rie681174
Publicado
2015-05-15
Sección
Artículos del especial