O papel social do professor: uma contribuição da filosofia da educação e do pensamento freireano à formação do professor

  • Maria José Ferreira Ruiz
Palabras clave: formación de docentes, filosofía de la educación

Resumen

El presente artículo tiene como objetivo presentar un marco teórico que apunte a la importancia de la filosofía de la educación como forma de llevar a los profesores a una reflexión sobre su quehacer diario, con mayor profundidad, buscando así salir del activismo tan común al medio escolar. Además busca reflexionar sobre el actual papel del profesor en dicha sociedad, teniendo en cuenta tantas transformaciones del contexto vivido. Se apoya en teóricos renombrados como Paulo Freire, Moacir Gadotti, entre otros, que entienden que el profesional de la educación tiene un papel inminentemente político a desarrollar, educando para el cambio de la sociedad actual, teniendo en vista una educación igualitaria y con calidad para todos.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Maria José Ferreira Ruiz

Pedagoga graduada pela Universidade Estadual de Londrina com habilitação em Supervisão Escolar, e supervisora educacional de escola da rede particular de Londrina (Pr), Brasil.

Citas

BIBLIOGRAFÍA

Arroyo, Miguel G. (2002): Ofício de mestre: imagens e auto-imagens, 6.ª ed., Rio de Janeiro, Editora Vozes.

Furter, Pierre (1976): Educação e reflexão, 9.a ed., Rio de Janeiro, Editora Vozes.

Gadotti, Moacir (1998): Pedagogia da práxis, 2.ª ed., São Paulo, Cortez.

Gimeno Sacristán, José (2001): «A educação que temos, a educação que queremos», in Francisco Inbernón: A educação no século xxi: os desafios do futuro imediato, Porto Alegre, Artimed.

— (2000): Poderes instáveis em educação, Porto Alegre, Artes Médicas.

Haydt, Regina Célia Cazaux (1997): Curso de didática geral, 4.ª ed., São Paulo, Ática.

Kenski, Vani Moreira (1996): «O ensino e os recursos didáticos em uma sociedade cheia de tecnologias», in I. P. A. Veiga (org.): Didática: o ensino e suas relações, Campinas, Papirus.

Morin, Edgar (2001): Os sete saberes necessários à educação do futuro, 3.ª ed., São Paulo, Cortez.

Rosa, Sanny S. da (2000): Construtivismo e mudança, São Paulo, Cortez Editora.

Severino, Antônio Joaquim (2001): «Identidade e tarefas da filosofia da educação», in Educação, sujeito e história, São Paulo, Olho D’água.

Silva, E. T. (1992): Os (des)caminhos da escola: traumatismo educacionais, 4.ª ed, São Paulo, Cortez.

Notas:


1) Recomenda-se a leitura de Educação, um tesouro a descobrir.

2) A respeito do assunto, recomenda-se a leitura de Ivan Illich (1970), A sociedade desescolarizada, e Everett Reimer (1971), A escola morreu, entre outras.

3) Edição 1821, ano 36, núm. 38, 24/09/2003.
Publicado
2003-09-01
Cómo citar
Ferreira Ruiz, M. J. (2003). O papel social do professor: uma contribuição da filosofia da educação e do pensamento freireano à formação do professor. Revista Iberoamericana De Educación, 33, 55-70. Recuperado a partir de https://rieoei.org/RIE/article/view/910
Sección
Artículos del monográfico