De fazedoras de cópias a produtoras de textos: as professoras da educação básica e o exercício da autoria escrita no cotidiano da escola

  • Josélia Gomes Neves Universidade Federal de Rondônia, Campus de Ji-Paraná, Rondônia, Brasil

Resumen

No período de 2001 a 2004 realizei informalmente um acompanhamento pedagógico junto a um grupo de professoras e coordenadoras de uma instituição de ensino em Porto Velho - Rondônia, sobre à produção de registros referentes ao desempenho de aprendizagem dos alunos e alunas daquela comunidade de ensino. Inicialmente, meu interesse deu-se em função do fato de minha filha Giulia Ranah, estudar no referido estabelecimento, entretanto, aos poucos a relação que tínhamos foi se desenhando, onde de forma simultânea eu era mãe de aluna e também mediadora do grupo.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Cargando métricas ...
Publicado
2007-01-10
Cómo citar
Gomes Neves, J. (2007). De fazedoras de cópias a produtoras de textos: as professoras da educação básica e o exercício da autoria escrita no cotidiano da escola. Revista Iberoamericana De Educación, 41(2), 1-3. https://doi.org/10.35362/rie4122470
Sección
- Columna de opinión