A cidadania na formação de jovens do ensino médio na dimensão do cotidiano escolar de escolas de Novo Hamburgo/Brasil

Resumen

O estudo tem como objetivo analisar os desdobramentos da cidadania no cotidiano escolar, entendendo a cidadania como prática cotidiana. Caracteriza-se como qualitativo descritivo e interpretativo. Foram selecionadas duas escolas de ensino médio, uma da rede de ensino pública e uma da rede privada de uma cidade do Vale do Sinos/RS. A imersão no campo empírico se constitui através de análise de documento (PPP), observações registradas em diários de campo e entrevistas. Quanto às características das escolas, pode-se afirmar que a escola pública possui uma cultura escolar já instituída na sociedade/comunidade local, que implica em regras de convívio social bem definidas e rígidas, necessárias - em sua perspectiva - para o que se espera quanto à inserção no mundo do trabalho. Enquanto na escola privada, a reorganização do seu espaço e funcionamento ao flexibilizar regras busca tornar o aluno mais autônomo e responsável por seus atos. Resulta da investigação de que, na escola pública, a existência das regras é muito mais no sentido de dever do que de convívio, o que acaba limitando a cidadania plena. Na privada, há diálogo, construção, questionamentos e autonomia dos alunos para se expressarem dentro da escola numa nítida busca pelo protagonismo do aluno.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Janaina Andretta Dieder, Universidade Feevale, Brasil

Doutoranda e Mestra em Diversidade Cultural e Inclusão Social - Universidade Feevale. Licenciada em Educação Física - Universidade Feevale

Dinora Tereza Zucchetti, Universidade Feevale, Brasil

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade de Caxias do Sul (1986) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002). É professora titular da Universidade Feevale no Programa de Pós-Graduação em Diversidade Cultural e Inclusão Social. É bolsista Produtividade em Pesquisa (CNPq) e pesquisadora convidada do Instituto Politécnico de Leiria - Portugal.

Elisandro Schultz Wittizorecki, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Brasil

Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1998), com Mestrado em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2001) e Doutorado em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009), tendo realizado estágio de doutorado sanduíche no Departamento de Didática e Organização Educativa da Universidade de Barcelona/Espanha (bolsista CAPES). É professor da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, atuando na Graduação no âmbito do curso de Educação Física e como professor permanente no Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano. 

Gustavo Roese Sanfelice, Universidade Feevale, Brasil

Possui graduação em Educação Física Licenciatura Plena pela Universidade Federal de Santa Maria (2001); mestrado em Ciência do Movimento Humano pela Universidade Federal de Santa Maria (2002) e doutorado em Ciências da Comunicação/Universidade do Vale do Rio dos Sinos/Unisinos (2007) . Atualmente é professor Titular da Universidade Feevale. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Diversidade Cultural e Inclusão Social/Feevale.

Citas

Beck, D.Q. (2014). Uniformes escolares: delineando identidades de gênero. Revista HISTEDBR On-line, 58, 136-150. Recuperado de http://bit.ly/3ukeq1v

Bonilla, M.H.S. & Pretto, N.L. (2015). Política educativa e cultura digital: entre práticas escolares e práticas sociais. Perspectiva, 33(2), 499-521. Recuperado de http://bit.ly/3kfVOuJ

Boto, C. (2018). A civilização escolar pelos compêndios didáticos de formação de professores. Educar em Revista, 34(70), 155-178. Recuperado de http://bit.ly/2ZGDstr

Brasil (2013). Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Educação em Direitos Humanos: Diretrizes Nacionais. Brasília: Coordenação Geral de Educação em SDH/PR, Direitos Humanos, Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos. Recuperado de https://bit.ly/2NWeTWY

Candau, V.M.F. (2002). Sociedade, cotidiano escolar e cultura(s): uma aproximação. Educação & Sociedade, XXIII(79), 125-161. Recuperado de https://bit.ly/3soneSb

Cauduro, M.T. (Org.). (2004). Investigação em Educação Física e Esportes: um olhar pela pesquisa qualitativa. Novo Hamburgo: Feevale.

Costa, A.G. & Pires, G.L. (2007). Moda/indumentária em culturas juvenis: símbolos de comunicação e formação de identidades corporais provisórias em jovens do ensino médio. Revista Conexões, 5(1). Recuperado de http://bit.ly/3dF4hGr

Ferreira, F.C. & Castellani Filho, L. (2012). Escola e Formação para a cidadania: qual o papel da Educação Física? Movimento, 18(4), 135-154. Recuperado de http://bit.ly/2ZNthmJ

Giassi, M.G., Dajori, J.F., Machado, A.C., & Martins, M.C. (2016). Ambiente e cidadania: educação ambiental nas escolas. Revista de Extensão, 1(1). Recuperado de hhttp://bit.ly/3uolSsm

Leão, D.M.M. (1999). Paradigmas contemporâneos de educação: escola tradicional e escola construtivista. Cadernos de Pesquisa, 107, 187-206. Recuperado de https://bit.ly/3aIoWaY

Leão, G. & Santos, T.N.A. (2018). A participação juvenil no Ensino Médio brasileiro: um campo de estudos em construção. Práxis Educativa, 13(3), 787-804. Recuperado de https://bit.ly/3uqzqUg

Maia, A.A.M. & Pereira, M.Z.C. (2014). Cidadania, Educação e Cotidiano. Educação & Realidade, 39(2), 617-631. Recuperado de http://bit.ly/3qKyRCk

Malikoski, A. & Kreutz, L. (2014). A Cultura Escolar como categoria de análise na produção de narrativas históricas sobre a Educação. Textura, 32, 245-260. Recuperado de http://bit.ly/3up8Meo

Martins, M.J.D. & Mogarro, M.J. (2010). A educação para a cidadania no século XXI. Revista Iberoamericana de Educación, 53, 185-202. Recuperado de https://doi.org/10.35362/rie530566

Mattos, R.S. (2016). Pesquisa Qualitativa em educação física: da graduação ao doutorado. Curitiba: CRV.

Menezes, I. & Ferreira, P. (2014). Cidadania participatória no cotidiano escolar: a vez e a voz das crianças e dos jovens. Educar em Revista, 53, 131-147. Recuperado de http://bit.ly/3kden2N

Pinto, N.B. (2014). História das disciplinas escolares: reflexão sobre aspectos teórico-metodológicos de uma prática historiográfica. Rev. Diálogo Educ., 14(41), 125-142. Recuperado de http://bit.ly/3aPpHzb

Projeto Político-Pedagógico (2017). Escola Pública pesquisada.

Projeto Político-Pedagógico (2007). Escola Privada pesquisada.

Rifiotis, T. (2007). Sujeito de direitos e direitos do sujeito. In Silveira, R.M.G., Dias, A.A., Ferreira, L.F.G., Feitosa, M.L.P.A.M., & Zenaide, M.N.T. (Orgs). (2007). Educação em Direitos Humanos: fundamentos teórico-metodológicos (231-244). João Pessoa: Editora Universitária. Recuperado de https://bit.ly/3dDiuDX

Silva, M.R. (1995). Educação e a formação do cidadão. Educar, 11, 129-134. Recuperado de http://bit.ly/2OVrppW

Silverman, D. (2009). Interpretação de dados qualitativos: métodos para análise de entrevistas, textos e interações. Porto Alegre: Artmed.

Sodré, M. (2006). Diversidade e diferença. Revista Científica de Información y Comunicación, 3. Recuperado de http://bit.ly/2ZKojak

Stecanela, N. (2016). O direito à educação e o cotidiano escolar: dimensões do concebido, do vivido e do percebido. Educação (Porto Alegre), 39(3), 344-356. 2016. Recuperado de http://bit.ly/3dHhONQ

Trevisan, I. (2009). Práticas de cidadania em narrativas de professores de ciências: trabalho coletivo de ensino e de aprendizagem. Dissertação de mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática da Universidade Federal do Pará, Belém. Recuperado de http://bit.ly/2NxM82H

Vinuto, J. (2014). A amostragem em bola de neve na pesquisa qualitativa: um debate em aberto. Temáticas, 22(44), 203-220. Recuperado de http://bit.ly/2ZInEq0

Cómo citar

Dieder, J. A., Zucchetti, D. T., Wittizorecki, E. S., & Sanfelice, G. R. (2021). A cidadania na formação de jovens do ensino médio na dimensão do cotidiano escolar de escolas de Novo Hamburgo/Brasil. Revista Iberoamericana De Educación, 85(2), 119-139. https://doi.org/10.35362/rie8523686
Publicado
2021-03-15
Sección
- Educación en valores

Otros artículos recomendados del autor o autores