Apresentação

  • Roberto Martínez Santiago Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura (OEI)

Resumen

A educação de adultos constituiu, durante muito tempo, uma das principias preocupações das instituições da América Latina. Se é certo que o peso dessa preocupação recaiu sempre sobre o componente alfabetizador, não deixou de fazer parte da mesma, a preparação para a plena incorporação dos adultos desfavorecidos do sistema no mercado de trabalho e na vida social.

A característica fundamental das políticas educativas orientadas aos adultos foi a reprodução dos critérios de escolarização infantil aplicados a uma população portadora de saberes, de experiências e de códigos culturais que definem umas necessidades de difícil satisfação a partir de um sistema como o que ainda hoje se propõe.

As mudanças no significado e na interpretação dos conceitos de "alfabetização" e da "educação de adultos", motivados pelos novos requerimentos que o mundo produtivo e a realidade social suscitam, parecem ter encontrado os sistemas educativos desprovidos de respostas pertinentes e eficazes. Como resultado disso, as instituições educativas centraram sua estratégia em macrocampanhas de alfabetização que, na maioria das vezes, tornam a propor, como mecanismo de continuidade, a incorporação dos adultos alfabetizados ao modelo de educação formal escolarizada.

Embora desde o início da "educação popular" existam e se pratiquem múltiplas alternativas de educação formal não escolarizada, o problema do reconhecimento e certificação dos conhecimentos adquiridos segue sendo um dos obstáculos sem solução.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Cómo citar

Martínez Santiago, R. (2007). Apresentação. Revista Iberoamericana De Educación, 44, 11-12. https://doi.org/10.35362/rie440737
Publicado
2007-05-01
Sección
- Presentación